O Julgamento

O espírito dessa época é não divino; o espírito da profundeza é não divino; a balança é divina.

Carl Gustav Jung

in O Livro Vermelho

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Grão Imprestável

 

Leu com o olho direito
E o esquerdo ficou esquecido

Ouviu atento em parte
Sem compreender a oração

No caminho foi até a metade

E assim foi fazendo
Nunca pleno
Somente a metade

Assim será condenado
Meia semente não germina

 

 

 

Anúncios

Era uma vez…

A resposta à vida humana não se encontra dentro dos limites da vida humana.

Carl Gustav Jung
in O Livro Vermelho

 

 

 

 

 

 

Três poemas incompletos passeavam num bosque
e falavam animadamente de como esperavam pelo dia
de concluir-se: o primeiro dizia de um rio extinto
e de tatuagens de peixes riscadas no leito seco;
o segundo deliberava sobre os ecos de uma floresta
antiga, tão antiga que guardava o segredo do tempo
e sabia de mistérios de mil vidas; o terceiro
e mais simples dos três, só falava do céu.
Tão entretidos estavam em suas falas e versos
que não perceberam quando a sombra má
se aproximou. E era uma sombra densa e
rancorosa, impenetrável em sua solitude.
E foi com uma sede voraz que ela tomou
de assalto o rio seco. Não satisfeita, cobriu
de pestilências a floresta milenar e só foi parar
quando finalmente empalideceu o céu. Ela sabia –
a sombra sabia que tornava o mundo mais triste
sem a poesia, mas, não conseguia evitar, tamanho
era o seu desassossego, de entristecer as alegrias.

E essa foi a história dos três poemas que nunca
chegaram ao fim. Não o fim da história, que nunca
acaba, ou que só se acaba quando outra começa:
quando a sombra, redimida, ruma ao deserto
em busca de sua alma perdida. Moral da história:
acredite em finais felizes e faça a sua casa de pedras.

 

 

 

Graduações

 

 

 

 

 

 

 

 

Para tudo existe um degrau de compreensão maior:

Tome-se o amor, por exemplo, num degrau a mais

O amor é amar; num a menos, o amor é ser amado.

 

Então o homem vive conforme compreende a vida,

Intimamente. Enquanto lá fora a hera sobe o muro

sem precisar de escada.

 

 

 

Gravura Leslie Ann O’Dell

Lua em Capricórnio

 

 

 

 

 

 

 

A velhice
dos passos mais lentos
dos braços mais curtos
da vista cada vez mais distante

A velhice
da casa
das coisas familiares envelhecendo
e
de repente
todos aqueles botões no controle remoto
quando só o que importa é o botão ligar/desligar.

 

 

Sem sombras de dúvidas

 

 

 

 

 

 

 

As flores do manacá caem hoje porque floresceram ontem.
São roxas mas nasceram brancas e já passaram por rosas de muitos tons.
Qual é a sua cor preferida?

Eu que as vejo cair todos os dias
Vi uma única vez uma pétala cor-de-rosa subir contra o azul do céu.
Terá sido o vento oportuno ou a misericórdia divina?

Já reparou como existem perguntas em que qualquer resposta está bem?