10.000

 

 

 

 

 

O que me funda
e de pedra e de terra
a água se ocupa de levar aos baixios
haverá o dia em que se encontre no mais profundo do solo
e
nesse dia
de luz pacífica
quando sombras descansem no último portal
à superfície de uma abóbada líquida azul cobalto
onde boiem estrelas
abrir-se-á
as maravilhosas dez mil pétalas
de uma flor laranja de sol

 

 

 

 

(Juçana Corrêa)

Anúncios

3 comentários sobre “10.000

  1. Como é assunto recorrente comigo do qual estou circumambulando faz tempo, de ambiguidades que se misturam e se trocam de papéis muitas vezes, mexeu com minha alma, :).

    Sério, linda e tocante.

    Fiquei feliz com o seu comentário lá no Anoitan, verdade, veio em bom momento. Uma chaminha, quase nada, de esperança em mim mesma ainda vive dentro de mim, e aumentou de volume com seu comentário, já não me sinto tão solitária, ao menos alguém no mundo me entende. :))

    De coração, muito obrigada.

  2. Adi, sem palavras…

    Eu é que te agradeço, por tudo.

    Vou lá no Anoitan te responder, depois, talvez só amanhã…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s