Contas X Cantos

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

contas confusas

sabia

tenho um blog

um blog de poesia

e agora tudo o que escrevo

metade é poema – metade ponho no blog

e é como o ar que respiro –

a outra fica esperando

em metades pré-poemas

metade pós-porcaria

isso

sem contar

os que me inspiram

e que não são meus

mas são! quando os metabolizo

somente a metade publico

e são como a artéria vermelha da vida

a seiva cheirosa da árvore azul que me sustenta

metade folhagem

metade raiz

 
quando releio o que escrevo

e leio o que não escrevi

quando inspiro

e depois expiro

são as metades infinitas de um inteiro

 
a vida

 
e tudo

agora

eu divido

em metades de dois

de três

de quatro

em quantas for preciso

até me perder nas contas

tantas são as metades

que a poesia faz

 

……………………………………………………….

agora o que não me vira poema, vira lixo.

 

 

 

 

(Juçana Corrêa)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s