Jai guru deva Om

 

 

 

 

 

 

 

Diz o cantor:

 

Não queria

Mas já não tenho o timbre de cantar

Algo se imiscuiu em minha garganta

E pregou minha voz às profundezas

 

Desci, não por vontade minha

Não tenho mais vontade ou rumo

Somente dois ouvidos prontos

Para servir

 

Diz o mestre: melhor ter a voz embargada

Do que pregada à ignorância

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s